Como celebrar casamento

A primeira dúvida que deve ter surgido na sua cabeça é sobre o que vai acontecer antes, durante e depois do seu discurso.

Para conseguir celebrar o casamento de maneira orgânica e fluida, é preciso ter sempre em mente qual é a sequência de acontecimentos de um casamento dito "tradicional".

Para te guiar nessa jornada, eu trouxe para você a sequência mais tradicional das entradas de um casamento:

  1. Entrada do noivo

  2. Entrada dos padrinhos

  3. Entrada da florista

  4. Entrada da noiva

  5. Discurso inicial do celebrante

  6. Entrada das alianças

  7. Discurso sobre as alianças

  8. Pergunta solene ao casal

  9. Troca de votos

  10. Troca das alianças

  11. Assinatura de um termo social simbólico

  12. Discurso de encerramento

  13. "Vocês são marido e mulher, podem se beijar"

Estar ciente disso já te poupa muitas preocupações e te deixará mais confiante de como e quando se posicionar. Por isso, grave esta sequência e releia quantas vezes for necessário.

Um adendo: as entradas só devem iniciar quando a noiva chega no recinto de onde será o casamento e fica "escondida" dentro do carro. Isso evita toda aquela tensão de "cadê a noiva", "será que aconteceu alguma coisa?". E evita também que você fique em pé, cansado/tenso sem necessidade.

Para celebrar um casamento com maestria e tranquilidade faça o curso de celebrante de casamento.

Agora, alguns esclarecimentos sobre essas entradas:

 

Sobre a entrada da noiva, a principal dica é:

 

Fique atento à sua chegada, mas não se envolva nos preparativos que antecedem esse momento.

 

Esse é o instante de você se preparar e se concentrar para fazer um bom discurso.

 

Por isso, conte sempre com a ajuda de uma cerimonialista, alguém que vai ficar nos bastidores responsável por cuidar da florista, das damas de honra e de organizar a fila dos padrinhos.

 

Lembre-se: por mais que você seja amigo de todo mundo ali, se você for lá organizar as coisas você pode acabar se desorganizando e contribuir para uma bagunça. Siga o conselho de quem já passou por isso diversas vezes e sabe do que está falando.

 

Sobre a pergunta solene:

 

É aquele momento marcante em todo casamento quando o cerimonialista pergunta aos noivos se é de livre e espontânea vontade que se casam.

 

Como o casamento, neste caso, não tem efeito civil - sem burocracias envolvidas -, você poderá formular a pergunta da maneira que achar mais apropriado.

 

Lembre-se que não se faz mais a pergunta "Se alguém tem alguma coisa contra este casamento, que fale agora ou cale-se para sempre.", ela foi substituída pelo período de proclamas feito no cartório civil, então não cometa essa gafe.

 

Sobre a declaração final:

 

A declaração final da cerimônia, "podem se beijar" deve ser feita com vigor e muito entusiasmo!

 

É o momento em que todo mundo aplaude e que os noivos tascam aquele beijo cinematográfico.

 

O cuidado aqui é de dizer que eles podem se beijar, mas sem tirar o protagonismo da mulher, evitando conflitos sobre questões de gênero.

 

Por isso, você não deve utilizar a frase "pode beijar a noiva", mas deve substitui-la por “podem se beijar”, no plural.

 

Outro fato importante sobre a declaração final é que você não pode dizer "em nome das leis, em nome dos poderes a mim conferidos, eu vos declaro marido e mulher" porque você não tem autoridade legal para isso. (Se tiver algum dono de cartório passando pelo recinto você vai ter problemas legais.)

 

Você pode dizer algo como: "em nome das forças da natureza que nos cercam" ou então, se você é religioso e se sente bem com isso, você pode dizer algo como "em nome de Deus eu vos declaro marido e mulher". 

Nesse último caso depende da sua relação com Deus, e não sou eu quem vai dizer se você pode ou não dizer isso.


​Agora é com os noivos, pois se você chegou até essa parte o casamento foi realizado com sucesso e você cumpriu a sua missão!

Gostou do que aprendeu até aqui?

Pois não pense que terminou. Para finalizar eu preparei um último presente pra você.

Hoje eu moro em Ubatuba, litoral norte de SP e estou vivendo da realização desses casamentos.

Acredito veementemente na lei do retorno e por isso quero compartilhar com você, que foi convidado para celebrar o casamento de amigos ou parentes, várias dicas úteis.

A primeira coisa que quero compartilhar é um CERTIFICADO DE CASAMENTO EDITÁVEL pra você levar impresso no dia da sua cerimônia e surpreender os noivos.

Então preencha me diga qual o seu e-mail, ali em baixo que eu te envio o mais rápido possível, prometo.

Músicas do Casamento

Se você, além de celebrar o casamento, ficou a cargo também das músicas que serão usadas nas entradas do casamento, eu separei uma relação completa de músicas nacionais e internacionais para serem usadas no casamento.

Elas serão enviadas no seu e-mail, logo depois do certificado de casamento editável.

Mas só pra você saber, normalmente são tocadas 8 músicas no casamento, a saber:

  1. Entrada dos padrinhos;

  2. Entrada do noivo;

  3. Cortejo da noiva e florista;

  4. Entrada da noiva;

  5. Música das alianças;

  6. Fundo musical na troca de votos do casal;

  7. Para a saída dos padrinhos;

  8. Saída dos noivos.

Me diga o seu e-mail pra te enviar o termo de casamento editável e a playlist e outras dicas...
Saiba mais sobre mim.
Caso queira ver mais dicas agora, veja meu BLOG!